Comunicações Científicas

  • Posted on:  27, novembro 2018

2018 | Stan, C., Andreescu, C. & Toma, M. | Procedia Manufacturing | Volume 22, pp 709 - 713

Some aspects of the regeneration of used motor oil

Neste trabalho foi investigado o efeito de diferentes álcoois usados no tratamento ácido do óleo de motor usado e a influência do tratamento branqueador nas propriedades do óleo regenerado. Os óleos de motor usados são contaminados por impurezas (sedimentos, água, partículas metálicas e aditivos degradados) resultantes de processos de oxidação indesejáveis. A regeneração de óleos usados implica a remoção de contaminantes, tendo sido analisada a seguinte sequência de técnicas: tratamento com ácido para remover gomas, gorduras e outras; sedimentação / decantação; branqueamento; neutralização; sedimentação / decantação; e filtração. Foram determinadas a viscosidade cinemática, o ponto de inflamação, a gravidade específica, o número ácido total e a cor. Os resultados do óleo regenerado foram comparados com os de óleo usado e novo, mostrando variações nas propriedades medidas que dependem do tipo de ácido usado e a fonte de óleo usado.

https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S2351978918303986

 

Agosto 2018 | Zheng, D., Wang, X., Zhang, M., Liu, Z. & Ju, C. | Tribology International | In Press

Anticorrosion and lubricating properties of a fully green lubricant

Uma espécie de líquido iónico à base de ácido ricinoleico amigo do ambiente foi usado como aditivo lubrificante multifuncional numa solução de glicerol, em que foram estudadas a sua tensão superficial, propriedades anticorrosivas e lubrificantes. Acima da concentração micelar crítica, melhora consideravelmente as capacidades anticorrosivas e lubrificantes da solução de glicerol, sendo a sua concentração ideal de 6%. Além disso, a um aumento de carga de 25N para 50N melhora a lubrificação, enquanto as condições de alta temperatura e carga pesada são negativas para a lubrificação. As superfícies desgastadas foram analisadas usando o espectroscópio SEM-EDAX e Raman. O mecanismo de lubrificação foi atribuído à formação de camadas absorvidas e tribofilmes.

https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0301679X1830402X

 

Newsletter

Subscreva a nossa Newsletter

Notícias em Destaque

  • Lançada nova etiquetagem de combustíveis +

    A União Europeia lançou no passado dia 12 de Outubro uma comunicação onde apresentou a nova etiquetagem para os combustíveis Ler mais
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5