A Sogilub apresenta - Fuchs

  • Posted on:  22, fevereiro 2019

fuchs

A Sogilub esteve à conversa com Paul Cezanne, Diretor Geral da Fuchs Lubrificantes, que nos deu a conhecer a empresa, o seu percurso em Portugal e a sua experiência na interacção com a Sogilub.

Sogilub – Fale-nos um pouco da FUCHS e da sua actividade: há quantos anos está em Portugal, em quantos países opera, qual a principal actividade…

Fuchs – A FUCHS produz e comercializa lubrificantes e especialidades relacionadas há mais de 85 anos para todos os campos de aplicação e sectores de actividade. Com mais de 100.000 clientes e 58 empresas em todo o mundo, o Grupo FUCHS é líder mundial independente no fornecimento de lubrificantes.

Fundada em 1931 como empresa familiar por Rudolf FUCHS que teve uma visão: o sucesso dos motores de combustão interna iria revolucionar a mobilidade das pessoas. Estas máquinas necessitavam de lubrificantes, cada vez mais e cada vez melhores. Aqui, o fundador viu a sua oportunidade. Decidiu apostar tudo nos lubrificantes, o que foi determinante para a evolução e sucesso futuro da empresa sediada em Mannheim. Foi nesta cidade alemã que, em 1886, Carl Benz estreou o primeiro automóvel nas estradas citadinas e perto dos principais centros de desenvolvimento de motores. Esta localização, aliada à tradição tecnológica e à arte de engenharia alemã, cunhou a FUCHS profundamente.

A nossa empresa sempre foi orientada para a procura das melhores soluções de lubrificação, principalmente a procura de lubrificantes que resolvessem o “problema atrito” e se tornassem verdadeiros factores de sucesso para máquinas, produtos e processos.

A FUCHS começou como empresa de importação e distribuição de produtos refinados de alta qualidade. 20 anos mais tarde iniciou as entregas para o exterior e as relações comerciais além-fronteiras tornaram-se cada vez mais importantes.

Na década de 1960 os mercados internacionais estavam em franco desenvolvimento. As décadas de 1970 e 1980 foram marcadas por duas evoluções: especialização e expansão. A variedade das ofertas foi continuamente alargada e adaptada às necessidades individuais dos nossos parceiros.

As aquisições de participações e de negócios, bem como start-ups em todo o mundo, completam a estratégia corporativa bem-sucedida.

No início dos anos 90, todas as actividades concentraram-se no negócio principal: lubrificantes. Os mercados com maiores vendas são a Europa Ocidental, a América do Norte e Ásia-Pacifico.

Hoje, a FUCHS PETROLUB SE continua sediada em Mannheim e é cotada nas bolsas de Frankfurt e Estugarda. Com mais de 50% das acções ordinárias, a família FUCHS detém a maioria dos votos. Em 2017 o Grupo vendeu cerca de 2,5 milhões de euros.

A FUCHS está em Portugal desde 1989 e tem vindo a oferecer ao mercado português uma das gamas mais alargadas de lubrificantes: lubrificantes automóveis e industriais, massas lubrificantes, fluidos de tratamento de metais, lubrificantes para aplicações especiais e serviços. As primeiras instalações eram em Pedrouços na Maia, onde iniciou a produção de lubrificantes industriais e automóveis. Em 1995, com a aquisição da Luso Química, a FUCHS mudou-se para a Zona Industrial da Maia, onde está até hoje. No âmbito da reorganização dos centros de produção do Grupo FUCHS na Europa, encerrou a sua actividade produtiva em 2013. Na Maia mantemos um laboratório de serviço ao cliente: serviços de análises e de GPP – Gestão de Produto em Processo.

 

Sogilub – Como caracteriza o mercado dos lubrificantes em Portugal? Quais os seus principais problemas e desafios?

Fuchs – É um mercado muito competitivo e movimentado. Há trocas e novas entradas de players a oferecer produtos com baixo preço e muitas vezes de qualidade duvidosa. O óleo-“peça” tem vindo a ganhar terreno ao lubrificante como produto tecnológico. O preço a pagar é a redução da qualidade e da longevidade do equipamento. Ainda é muito frequente a recomendação incorreta. De qualquer forma, há uma importante fatia do mercado que valoriza a qualidade, o serviço ao cliente e a formação/ informação do seu fornecedor de lubrificantes. É nesta faixa de mercado que nos posicionamos. Oferecemos ao mercado tecnologia com retorno.

Para a FUCHS, o lubrificante é um produto de alta tecnologia, que necessita de aconselhamento. Nos últimos anos, tem aumentado a oferta de marcas brancas que são vendidas a baixo preço e sem acompanhamento técnico. A evolução tecnológica recente exige qualidade, mais: exige qualidade específica. No mercado competitivo actual, os fabricantes desenvolvem tecnologias únicas e têm exigências próprias. Para a FUCHS, este é um desafio permanente. Participamos nesta evolução.

 

Sogilub – O que considera ser o ponto diferenciador da FUCHS no contexto português?

Fuchs – A FUCHS oferece ao mercado português a mais diversificada gama de lubrificantes, tanto para a indústria, nomeadamente para os processos industriais e para a manutenção dos equipamentos, e tem um portfólio de produtos extenso para o Aftermarket automóvel com inúmeras aprovações OEM.

Os lubrificantes FUCHS diferenciam-se pela qualidade, pela segurança, pela inovação tecnológica e pelo respeito pelo ambiente.

A aposta na formação e divulgação de informação técnica sobre os produtos, a nossa equipa altamente especializada representa um dos maiores investimentos da FUCHS em Portugal.

As parcerias de médio a longo prazo são o apanágio do relacionamento da empresa com os seus clientes e parceiros nacionais.

Além disso, a FUCHS é pioneira no desenvolvimento de lubrificantes biodegradáveis e esse é um factor de diferenciação para os nossos clientes. Em 2016, recebemos o prémio de PME mais sustentável na Alemanha. O prémio distingue organizações que conseguem combinar, de forma exemplar, sucesso económico com responsabilidade social e protecção ambiental. Este prémio é uma grande honra para todo o grupo FUCHS e também para nós em Portugal, por duas razões: o prémio é um dos mais conceituados a nível europeu e nós cá em Portugal praticamos precisamente a combinação de factores pela qual a FUCHS foi condecorada.

 

Sogilub – De forma geral, considera a actividade da Sogilub importante? Porquê?

Fuchs – A Sogilub desenvolve uma actividade fundamental para a preservação do meio ambiente. Contribui de forma eficaz para uma menor poluição, assim como para a preservação e/ou reaproveitamento de recursos naturais de elevada importância, como é o caso do petróleo.

 

Sogilub – A Sogilub e a FUCHS têm colaborado desde o início do SIGOU. Considera importante a adesão ao SIGOU? Como vê a interacção com a Sogilub? Quais as principais vantagens da integração no SIGOU?

Fuchs – A FUCHS queria integrar o SIGOU desde o início. Assim que este projecto entrou em vigor decidimos fazer parte activa do sistema de recolha e tratamento de Óleos Usados e contribuir desta forma para a redução da “pegada ecológica”. Desde então, a FUCHS e a Sogilub têm desenvolvido uma parceria saudável, estreita e com elevada confiança mútua.

 

Sogilub – Como avalia a evolução do desempenho da Sogilub ao longo dos anos?

Fuchs – Estamos convictos que ao longo dos anos a Sogilub tem evoluído de uma forma muito positiva. Acompanhou a evolução tecnológica e os requisitos de mercado, encontrou respostas úteis às necessidades dos seus parceiros e procurou, com sucesso, sempre o menor impacto negativo na actividade.

 

Sogilub – Qual a sua opinião sobre a forma como a Sogilub comunica com os Produtores de Óleos Novos? O que há a melhorar?

Fuchs – Gostaríamos de realçar a transparência e intervenção positiva na comunicação com os Produtores de Óleos Novos. A melhorar… Bom, temos em “cima da mesa” o preenchimento da “Matriz de bonificação para a eco-eficiência” e nesta matéria talvez devesse haver um acompanhamento e apoio mais personalizados, pois trata-se de um tema bastante complexo que não está ao alcance de todos.

 

Sogilub – Há algum acontecimento ou acção de sensibilização promovido pela Sogilub e em que a FUCHS tenha participado, que tenha sido mais impactante e que gostaria de ver repetida? De que forma considera que essas acções são importantes?

Fuchs – A Sogilub marcou presença no Salão do Automóvel em 2017. Gostaríamos que este evento pudesse ser repetido no Porto em feiras como a “ExpoMecânica” na Exponor. É nossa convicção que estes eventos podem ajudar a melhorar e a promover uma educação ambiental mais eficaz.

 

Sogilub – Como avalia o portal Sogilub.net?

Fuchs – Sogilub.net é um portal intuitivo, de fácil utilização e visualmente bastante atractivo. Para além disso, e talvez o mais importante, com imensa informação legal – e não só – que nos ajuda no nosso dia-a-dia e a esclarecer processos.

 

Sogilub – Que balanço pode fazer desde a criação do SIGOU até aos dias de hoje, de acordo com a experiência da FUCHS?

Fuchs – Desde a sua criação que o SIGOU tem evoluído para dar resposta positiva aos desafios que surgem, para que todos possamos alcançar as metas delineadas. Desta forma, facilita o cumprimento por parte da FUCHS de todas as obrigações legais e sociais relativas ao tratamento de óleos usados.

 

Sogilub – Do seu ponto de vista, que desafios futuros se colocam à Sogilub?

Fuchs – Penso que o principal desafio da Sogilub será conseguir alcançar os 100% do público-alvo de forma a que tenhamos todos os intervenientes no processo a cumprir com a lei. Existem ainda muitos operadores a não dar o devido tratamento aos óleos usados. Isto é grave, já que fortalecem assim a economia paralela e prejudicam o ambiente. Para a Sogilub conseguir chegar a todos, é importante criar mais acções para divulgar a Sogilub e o SIGOU a nível nacional e local.

Newsletter

Subscreva a nossa Newsletter

Notícias em Destaque

  • Mapa Integrado de Registo de Resíduos (MIRR) 2018 +

    A Campanha MIRR 2018 já abriu e decorre entre 1 de janeiro e 31 de março de 2019. O Mapa Ler mais
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5