Fórum Económico Mundial lança documento sobre Economia Circular em cidades

  • Posted on:  27, novembro 2018

Com o objetivo de traçar os fundamentos conceituais da economia circular, o Fórum Económico Mundial lançou um white paper que explica porque é que as cidades são fundamentais para acelerar a transição do modelo linear tradicional para um modelo circular. Para tal, ao longo do documento são apresentados exemplos práticos que atualmente já acontecem em várias cidades do globo em áreas tão distintas como o aproveitamento de materiais de construção usados para aplicação em novas obras, a reutilização de água e a redução do uso de energia e recursos. Assim, são apresentadas as oportunidades para todas as partes interessadas no âmbito da economia circular e as distintas formas através das quais os vários agentes se podem envolver e colaborar.

Uma análise quantitativa da necessidade de recursos global, realizada pelo International Resource Panel estima que, em circunstâncias normais, o consumo de material nas cidades mundiais vai aumentar de 40 mil milhões de toneladas em 2010 para cerca de 90 mil milhões em 2050. Estes níveis de consumo estão a gerar quantidades de resíduos sem precedentes, que agravam os efeitos ambientais negativos do aumento da extração. Estima-se que mais de dois terços da energia mundial seja consumida nas cidades, que representam mais de 70% das emissões globais de CO2. É também nas cidades que a maior quantidade de resíduos é produzida, atingindo 1,3 mil milhões de toneladas de resíduos sólidos por ano, segundo o Banco Mundial. Os modelos preveem que em 2025 este número suba para 2,2 mil milhões de toneladas.

Por estas razões, o Fórum Económico Mundial conclui que é urgente adotar um método mais viável de produção e consumo na cadeia de valor a nível global para aliviar a carga de resíduos nas áreas urbanas. Neste sentido, a abordagem da economia circular deve ser seguida, reformulando o uso de recursos e ao dissociar o crescimento da extração de materiais. A intenção é criar um futuro mais sustentável que permita ao ambiente natural restaurar recursos e protegê-lo dos efeitos negativos dos resíduos industrializados.

Newsletter

Subscreva a nossa Newsletter

Notícias em Destaque

  • Lançada nova etiquetagem de combustíveis +

    A União Europeia lançou no passado dia 12 de Outubro uma comunicação onde apresentou a nova etiquetagem para os combustíveis Ler mais
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5